Título: Alice no País das Armadilhas.
Autor: Mainak Dhar
Edição: 1
Editora: Única
Ano: 2015
Páginas: 256

 O planeta Terra foi devastado por um ataque nuclear, e boa parte de sua população se transformou em Mordedores, mortos-vivos que se alimentam de sangue e, com sua mordida, fazem dos humanos seres como eles. Alice é uma jovem humana de 15 anos que mora no País das Armadilhas, nos arredores da cidade que um dia foi Nova Déli, na Índia. Ela nasceu nessa nova realidade aterrorizante e teve de aprender a se defender sozinha desde cedo. As coisas mudam quando Alice decide seguir um Mordedor por um buraco no chão: ela descobre a estarrecedora verdade por trás da origem das criaturas e se dá conta da profecia que ela mesma está destinada a consumar — uma profecia que se baseia nos restos chamuscados do último livro encontrado no País das Armadilhas, uma obra chamada Alice no País das Maravilhas . Uma mistura incomum de mitos, teorias conspiratórias e Lewis Caroll, Alice no País das Armadilhas pode parecer mais uma história de zumbi, mas é uma metáfora instigante de como tendemos a demonizar aquilo que não compreendemos.

UMA AVENTURA ENVOLVENTE SOBRE UMA GAROTA QUE ENCONTRA SEU DESTINO EM UM MUNDO QUE DEU TERRIVELMENTE ERRADO.

Classificação:

   Esse é um livro bem diferente (já começo deixando isso claro), e de início já digo que é meio que impossível, quer aceitemos ou não, que este livro não venha a envolver, emocionar e fazer pensar quem o lê. Uma frase que define bem a trama é a da orelha do livro: “Uma fábula criativa e eletrizante sobre o verdadeiro significado da liberdade”, e mais, a frase da contra-capa: “Uma aventura envolvente sobre uma garota que encontra seu destino em um mundo que deu terrivelmente errado”.
   A trama já se inicia mostrando-nos um mundo novo, e inteiramente fora dos padrões clichês aos quais (pessoa como eu, inclusive, quê lê muitas distopias) estamos acostumados. Na chamada Insurreição, um ataque nuclear de grandes proporções deixou um legado territorial devastado e estéril, popularmente conhecido como País das Armadilhas, nos arredores de Nova Déli, na Índia, onde Alice, seus pais e outros refugiados estão embasados.
   Só que não é só isso, óbvio! Um vírus transformou parte da população mundial em monstros mortos-vivos sedentos por sangue, conhecidos por Mordedores, que passaram a perseguir quem não foi atingido pelo vírus. Ao ser mordido por um deles, um humano torna-se imediatamente um Mordedor, e a única maneira de destruí-lo é com um tiro certeiro na cabeça. Em meio a esse cenário distópico, opressor — já que há a formação de um novo governo que deseja comandar tudo a mãos de ferro — e de luta pela sobrevivência, está Alice, de 15 anos, guerreira habilidosa e americana, que estava com sua família em Nova Déli quanto tudo começou a se tornar caótico. A menina, apesar de jovem, tem noções sobre a realidade na qual está inserida e entende a regra da sobrevivência: matar ou morrer! 

Book Trailer - Alice no país das armadilhas - ÚNICA editora
Alice no país das armadilhas acaba de ganhar um book trailer! Dê o play, se tiver coragem! ;)Saiba mais sobre o livro: http://goo.gl/ep66en
Posted by ÚNICA editora on Quarta, 25 de novembro de 2015
  
O homem provara ser o mais ciumento dos amantes, preferindo destruir a Terra, em lugar de abrir mão dela. No entanto, a destruição não havia sido o suficiente e dos incêndios desse apocalipse nasceu uma luta renovada pela sobrevivência entre os humanos e os mortos-vivos na terra devastada que agora era conhecida simplesmente como o País das Armadilhas. 


   Contudo, Alice não esperava, em um dia calmo e tranquilo, que avistaria um Mordedor desaparecer num buraco. Não apenas o fato de um Mordedor desaparecer em um buraco lhe foi estranho, mas o fato do Mordedor estar usando uma fantasia, com orelhas e roupas de coelho. Havia lendas de que os Mordedores tinham bases subterrâneas e para saber mais e saciar sua curiosidade, Alice resolve entrar no buraco junto com o Mordedor, e o que descobrirá mudará completamente sua vida e de todos ao seu redor. Numa ação e aventura espetacular, que modifica sua vida e de todos no País das Armadilhas, Alice descobrirá a verdadeira história por trás da situação opressora e caótica na qual o mundo se tornou, uma profecia sobre um livro infantil, chamado Alice no País das Maravilhas e muito mais. Sobretudo, descobrirá porque tendemos a demonizar o que não compreendemos e porque o homem provara ser o mais ciumento dos amantes, preferindo destruir a Terra, em lugar de abrir mão dela.



   Gente... que livro, em!? Confesso que me surpreendeu muito, mas muito mesmo. Primeiro, porque eu esperava algo bem clichê; Segundo, porque eu esperava algo, sei lá, uma cópia de Alice no País das Maravilhas, só que em forma de Distopia. Porém, o que encontrei foi algo totalmente inovador e inteligente. O livro é muito bacana e logo que comecei, passado alguns minutos, já estava pra lá da página 50. 

   A escrita do autor também é um ponto que acrescentou muito ao livro, principalmente por ser clara e dinâmica, sem enrolações e/ou floreios. Outro ponto é a narração em terceira pessoa, que (mesmo sendo fã de narrações em primeira pessoa) achei que ficou muito bem estrutura e soube cobrir todos os pontos necessários ao entendimento, por parte do leitor. Os personagens também foram muito bem feitos, principalmente Alice, uma verdadeira heroína, típica Katniss (Jogos Vorazes) e Tris (Divergente)

   A única coisa que acredito que fez o autor pecar foi à rapidez na qual o mesmo conduziu a trama. De modo geral, as coisas acontecem bem rápidas — raramente acontece ora rápido, ora devagar, como deveria ter sido. Acho que não haveria a necessidade da trama acontecer rápido — até porque o livro é bom. Isso foi um fato que particularmente me incomodou, mas para as pessoas que não se incomodam com rapidez ou vagareza de narrativas, acredito que vai ficar tudo numa boa. A parte mais positiva de todas são as críticas — típicas dos livros distópicos —, o autor indiano soube fazê-las de uma forma clara e incrível — do tipo “vou meter mesmo o dedo na ferida”!
— Esse sempre foi o problema de vocês, humanos. Transformam em objeto de ódio tudo o que não conseguem compreender. É tão mais fácil detestar e destruir do que procurar entender.

   A edição da Única ficou espetacular, como sempre, e ficou milhões, bilhões, de vezes mais bonita que a edição original. Acredito que a nova capa brasileira deu um aspecto que faltava no livro — cara de distopia das boas. A capa tem um pequeno laminado nas partes prateadas e um pouco relevo, o que a deixa ainda mais bela. Interiormente falando, o design também está impecável! Com ótimas fontes e espaçamentos e com uma excelente tradução (que soube manter, pelo visto, a ótima essência do trabalho do autor). Se tiver erros de revisão, eu não percebi

   Por fim, deixo aqui um apelo para todos (crianças, jovens, adultos, vovôs e vovós) lerem Alice no País das Armadilhas, é uma leitura fluida, rápida, instigante e que, sobretudo, trata de temas reais e presentes em nosso cotidiano. Como típico da literatura, eu pude aprender muitas coisas boas com esse livro e minha visão de mundo também não foi à mesma que quando iniciei o livro. Quem gosta de distopias, misturas incomuns, Alice no País das Maravilhas, zumbis e outros, com toda certeza vai amar esse livro. Eu recomendo — e te imploro pra ler, vale a pena!


17 Comentários

  1. Olá, Pedro! Tudo bem?

    Rapaz, este livro deve ser muito legal de se assistir, pois gostei demais de sua resenha.
    E assim como você, achei que era um livro clichê e com sua resenha, isto me mostrou que não nos podemos nos levar para um título... mas sim ler a obra.
    Parabéns pela resenha! :)

    Abraços!
    Participe do sorteio #SomosTodosIguais no Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daniel. Tudo bem, sim! E você?

      Sim, deve ser muito maneira uma adaptação cinematográfica desse livro. Vamos esperar por isso, né? :)
      Obrigado.

      Abraços!

      Excluir
  2. Oi Pedro!!
    Parabéns, amei sua resenha! Despertou a vontade de ler o livro, nunca tinha ouvido falar dele... Parece incrível e bem impactante!

    Beijo
    http://www.blogleituravirtual.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marina. :)
      Fico feliz que tenha gostado da resenha! Se gostou, compre o livro, garanto que vale a pena. Ele realmente é bem incrível e impactante!

      Beijos!

      Excluir
  3. Lewis Carol o os seus originais imprimidores, nao devem ester muito satisfeitos com este livro. E quase uma copia de Alice in wonderland. Espero que isto vai acabare no Tribunal. Duplicare sem atorizacao e ilegale, injusto, e ate falsificacao. In English Plagiarism, sem dare credito ao Autore original!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, John!
      Pode ficar tranquilo, a obra não é um plágio de Alice no País das Maravilhas, muito pelo contrário, é totalmente diferente! Não podemos nem mesmo dizer que é "quase uma cópia", porque não tem nada a ver.

      Sugiro que leia o livro, antes de tirar suas conclusões.
      Abraços!!

      Excluir
    2. Olá Pedro! Adorei a Resenha e seu Blog em geral!
      O Livro parece ser bem interessante,despertou bastante minha curiosidade.
      Parabéns!

      http://estantelivrainos.blogspot.com.br

      Excluir
  4. Oi Pedro, tudo bem?

    Amo releituras, e esse livro parece ser muito bom, já vou colocar na minha lista de leitura!

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Pedro, tudo bem?

    Amo releituras, e esse livro parece ser muito bom, já vou colocar na minha lista de leitura!

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ai meu Deus, só pode que você quer me levar a falência, por que neh?
    Eu amo releituras ai você me apresenta esse livro incrível, ai eu choro por que não tenho dinheiro, kkkkk.

    Ótima resenha Pedro, até a próxima. meninoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  7. Paraaaaaaaaaaaaaaaaa tudoooooooooooooooooooooo!!
    O que é isso? Sensacional!!! Já necessitooooo!!
    Beijos Pedros, arrasou!
    Bru - www.naoemprestolivros.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Pedro!
    Socorro tudo nesse livro chamou minha atenção! A capa é linda e a sinopse me deixou muito curiosa. Adorei a resenha! Me fez ter mais vontade de ler! Preciso desse livro haha
    Beijos, Garota Vermelha
    livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Olá! hahahah
    Acho que esse seria um livro que eu não iria gostar. No, no!
    Mesmo assim, obrigada pela dica.
    http://quetal-carol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi,

    Eu preciso desse livro para agora!!!! Amo tudo o que envolve Alice, óbvio, e com distopia então, me ganhou na hora. Chorando aqui, porque estou proibida de comprar qualquer livro por uns três anos... Parabéns pela resenha, está ótima

    Beijos

    http://meninasnaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bem?
    Adorei a resenha!! O título do livro já chama bastante a atenção e agora você elogiando um monte... Fiquei super curiosa e com vontade de ler

    ResponderExcluir